O Ativista da nova era é uma comunidade de homens e mulheres de todas as raças e credos que em primeiro lugar querem melhorar suas vidas.

Badge

Carregando...

Membros

"A Ciência para Ficar Rico"

Publicidade!

Fotos

  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Música

Carregando...

Eu nem sei explicar como me sinto cada vez que penso nisto mas vou tentar descrevê-lo da melhor forma possível. Não sei se já vos aconteceu pensar em algo que vocês descartaram logo a possibilidade de ser real por ser completamente absurdo, e mais tarde aperceberem-se que situações como aquela existem por todo o lado à vossa volta.

É algo que nos faz ficar desapontados com toda a humanidade pois apesar de se afirmarem racionais fazem coisas completamente irracionais.

Vou dar-vos um exemplo. Dizem que os animais são irracionais, uma vez que todas as suas atitudes são concretizadas apenas para assegurar a sua sobrevivência.

Mas e nós humanos, os seres supostamente racionais agimos de forma a viver ou sobreviver?

Será que viver se baseia em estudar, arranjar um emprego, casar, ter filhos, reformarmo-nos e esperar que a morte chegue? Não existe aqui uma pequena parecença com as atitudes dos animais? Eles são ensinados a caçar ou a procurar alimento, arranjam um parceiro, procriam, atingem uma idade em que não conseguem procriar mais e esperam simplesmente que a morte chegue.

Parece que afinal o nosso conceito de viver e sobreviver afinal é o mesmo. Então por que é que nos afirmamos racionais?

Porque é que em vez de chegarmos a uma altura em que paramos de evoluir e nos deixamos levar, não estamos em constante evolução e aproveitamos e usufruímos de tudo o que a natureza nos dá?

Esta ansia de ser supostamente feliz, ou seja, de ter um emprego, casar e ter filhos não passa simplesmente de uma fuga para a verdadeira felicidade, aquela onde nós nos sentimos bem connosco mesmos, com os outros e cujo objetivo é evoluir, é questionar, é procurar o nosso lugar neste vasto universo!

Por isso temos que aceitar e ao poucos largar estes velhos conceitos que estão enraizados nas nossas mentes, num mundo que está em constante mudança.

 

                                                                                                             Ângela Barnabé

Exibições: 59

Comentar

Você precisa ser um membro de Ativista da Nova Era para adicionar comentários!

Entrar em Ativista da Nova Era

Comentário de Ângela Barnabé em 29 julho 2013 às 11:25

Exato. Porque é que nos limitamos a levar uma vida dita "normal" em que simplesmente esperamos pela morte em vez de procurarmos a constante evolução que irá tornar a nossa vida em algo com um verdadeiro sentido?

Obrigado!

Beijos!

Comentário de Mafalda Cristina Silva Carvalho em 26 julho 2013 às 17:26

O que não está em constante evolução, está num processo de morte. A vida nunca chega ao fim e portanto a nossa evolução também nunca chega ao fim. A "normalidade" do ser humano às vezes assusta-me, pois tudo e todos que não seguem aquele dito caminho, são postos à margem da sociedade, mas será que esses seres humanos é que não são os verdadeiros, os que estão em constante descoberta e consequentemente evolução, descobrindo e vivenciando coisas que aos olhos dos outros são aberrantes. Obrigada, beijinhos.

© 2019   Criado por Antonio Teixeira Fernandes.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço