O Ativista da nova era é uma comunidade de homens e mulheres de todas as raças e credos que em primeiro lugar querem melhorar suas vidas.

Badge

Carregando...

Membros

"A Ciência para Ficar Rico"

Publicidade!

Fotos

  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Música

Carregando...

Não costumo ver os pássaros adiando fazer os seus ninhos…ou adiando as suas viagens…

Nunca me lembro de ver uma flor preocupada com o facto de lhe poder vir a faltar água para o dia seguinte…

Não vejo cães, gatos ou ratos culpando-se do que fizeram no passado…

Também nunca vi um animal, fosse qual fosse, com medo de agir no presente…

Enfim…e chamam-lhes animais irracionais…

Mas vejo muita gente adiando viver, adiando ser Feliz. Vejo pessoas que dizem que querem ser ricas e não fazem nada para mudar as suas vidas.

Vejo tanta gente adiando as suas vidas, só por medo – medo de não ser aceite pelos outros, medo de falhar, medo de não ser capaz, medo de desiludir, e assim anulando uma vida inteira…

Graças a Deus que os outros são apenas o meu espelho e projeção do que está dentro de mim, pois assim eu vejo o que preciso mudar em mim…

Bem que antes ouvi tantas vezes os mais velhos dizerem: “Vive, aproveita a vida! Quando olho para trás só me arrependo do que não fiz…”

Eu não entendia, achava que estava aproveitando alguma coisa, mas não tinha noção do que era isso. Agora vejo que passamos pela vida sem quase retirar nada dela, aliás, se é que se pode chamar a isso vida!

A vida tem de ser um passeio, uma festa! Cada dia deve ser vivido com uma alegria única, pois é um dia único, nunca houve um dia igual!

A Vida deve ser sentida, vivendo cada momento!

E mesmo quando nos sentimos obrigados a Viver, porque só temos duas escolhas: viver ou morrer – mesmo assim somos teimosos, e queremos continuar carregando tudo, o que achamos que nos pertence, às costas. Carregamos conceitos, crenças, ideias, preconceitos, e depois perguntamo-nos do porquê das coisas não mudarem…

Não digo que é fácil nos despirmos por completo de todas as máscaras que achávamos que eramos, dando lugar ao tesouro que se esconde no mais profundo de nós. Mas…se todas essas formas de ver a vida nos causam sofrimento…afinal o que queremos para nós?

Será que queremos viver ou sofrer?

Será que queremos ser felizes ou sofrer?

Será que queremos a plenitude, ou será que queremos sofrer?

Alguns ainda acham que as suas vidas fazem sentido assim, esses pois que continuem, mas para quem chegou a um beco sem saída…para onde se quer dirigir?...

É uma decisão de cada dia, de cada momento – viver ou morrer?

Precisamo-nos assumir de uma vez por todas!

Por detrás de toda essa alegria fictícia existe uma tristeza profunda, um descontentamento pelo próprio, uma rejeição ao que a vida oferece, com todo o Amor.

O que nos faz sentir essa tristeza são esses mesmos conceitos, crenças, que não queremos largar – é o lastro que precisamos jogar fora para poder continuar a nossa viagem.

Quando algum pensamento que tenhamos nos faça sentir algum tipo de mal-estar, é porque ele não é bom para nós! Se algo que nós acreditamos está bloqueando o avançar das nossas vidas, então ele não nos serve! Se há algum preconceito que nos impede de nos entregarmos plenamente à vida então ele não pode ser útil para nós!

Tomemos uma decisão, agora! Não importa o que vamos decidir amanhã. Não importa quantas vezes já começámos. Não importa quantas vezes já caímos. O que importa é o que decidimos fazer agora, neste momento – só escorrega, ou cai, quem anda; nunca vi ninguém escorregar sentado…

Aqueles que estão sentados julgando os deslizes daqueles que estão tentando dar os seus primeiros passos…esses são ignorantes…

Não nos desculpemos com esses.

Tomemos uma decisão, e mantemo-la, SÓ POR HOJE!

Amanhã logo decidiremos o que fazer!

Mas só por hoje coloco este propósito!

Obrigado!

Exibições: 27

Comentar

Você precisa ser um membro de Ativista da Nova Era para adicionar comentários!

Entrar em Ativista da Nova Era

Comentário de Maria Elisabete Raposo Milheiro em 26 maio 2012 às 17:57

Obrigado Mafalda, pela tua partilha. Sim, nunca é tarde, mas precisamos decidir fazê-lo só por hoje, porque há coisas em nós que estão tão gravadas que para as mudar, parece dificil ter de o fazer por uma vida inteira - como se soubessemos que vamos estar vivos até ao fim do dia... - mas quando pomos o propósito de o fazer apenas por hoje, que é o único dia que temos para viver, e se for necessário dividir o dia em horas, em minutos, em momentos, então o faremos, mas só por hoje! E vamos vendo que a cada dia vamos conseguindo crescer um pouco mais. Isto recorda-me um cenário - todos os dias sempre que levanto as percianas deparo-me com os meus vasos de Hortelã, que com tanto carinho as plantei, e a cada dia vejo-as maiores. A cada dia ela crescem mais um pouco, e esse pouco torna-se enorme quando olho o tamanho que as lá coloquei! Elas não cresceram tudo num dia só! Elas deram o seu melhor a cada dia, procuraram o alimento necessário, criando fortemente a sua estrutura, para que aguente o seu peso. Assim nós também não vamos atingir todo o caminho num só dia, mas vamos construindo os nossos alicerces, a cada dia, fazendo o trabalho que temos que fazer SÓ POR HOJE! E assim a planta atinge o seu auge - a flôr, o fruto!

Obrigado querida, por me dares esta oportunidade!Bjs

Comentário de Mafalda Cristina Silva Carvalho em 25 maio 2012 às 1:54

Concordo absolutamente contigo e assino em baixo. Nunca é tarde para começar seja o que for só é preciso dar o primeiro passo que é a decisão de fazer ou querer alguma coisa, não importa os fracassos, importa sim não desistir. Uns dias com mais vontade outros com menos, importa não desistirmos por mais difícil que pareça o desafio. Sempre pensei assim e quando tenho algo em mente "movo montanhas" para o conseguir, já consegui muita coisa e sei que vou conseguir mais ainda, pela perseverança, convição e fundamentalmente fé. Obrigada, beijinhos

© 2019   Criado por Antonio Teixeira Fernandes.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

google.com, pub-8801366889305004, DIRECT, f08c47fec0942fa0