O Ativista da nova era é uma comunidade de homens e mulheres de todas as raças e credos que em primeiro lugar querem melhorar suas vidas.

Badge

Carregando...

Membros

"A CIÊNCIA PARA FICAR RICO"

Para aceder ao livro "A Ciência para Ficar Rico" clique na imagem.

Dê uma oportunidade a si mesmo. Leia o Livro e dê um novo Rumo à sua Vida.

Publicidade!

Fotos

  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Música

Carregando...

Fazemos as coisas para mostrar aos outros que somos capazes.

Tomamos decisões baseadas naquilo que achamos que os outros gostam.

Manipulamos tudo e todos, fazemos as coisas que gostamos às escondidas, com medo de não sermos aceites.

Acreditamos nisto ou naquilo, mas não nos manifestamos – dizemos sempre aquilo que o outro quer ouvir.

Enganamo-nos a nós mesmos, dizendo que é isto que realmente queremos para nós.

Temos tantas máscaras – uma para o namorado, outra para uns amigos e outra para outros, outra para os conhecidos, outra para a família – que já nem sabemos quem somos.

Fazemos tudo para que gostem de nós.

Sonhamos os sonhos dos outros.

Tomamos como nossos os objetivos dos outros.

Seguimos o caminho que achamos que os outros gostariam que nós seguíssemos.

Moldamo-nos completamente – ações, gostos, atitudes, palavras, emoções, sentimentos – ao que achamos que vai agradar o outro.

E ainda nos perguntamos a nós mesmos porque não somos felizes???

 

Aprendemos desde a infância a agir assim. Mas isso pouco importa. De pouco importa o que nos foi ensinado, coagido, obrigado. Não podemos continuar a alimentar essas desculpas dentro de nós, enganando-nos constantemente, fazendo o papel de vítima, como se nada pudéssemos fazer.

A escolha está nas nossas mãos.

Podemos continuar vivendo a vida dos outros, sentindo-nos frustrados e desajustados.

Ou podemos construir a nossa própria vida, agora.

Podemos tornar toda a nossa vida num fracasso.

Ou podemos tornar toda a nossa vida num sucesso.

Podemos sair da nossa zona de conforto e acedermos a um mundo novo, que nunca tínhamos vivido, ou imaginado.

 

Eu amo-me, Eu aceito-me, Eu aprovo-me

Eu sinto-me Grata por existir

Eu amo o meu corpo

Eu amo-me e sinto a vida

Eu gosto de mim

Eu respeito-me, sou honesta comigo mesma

Eu agradeço tudo na minha vida

Eu amo-me, eu amo-me, eu amo-me

Exibições: 45

Comentar

Você precisa ser um membro de Ativista da Nova Era para adicionar comentários!

Entrar em Ativista da Nova Era

Comentário de Maria Elisabete Raposo Milheiro em 16 maio 2012 às 16:55

Olá Amiga Mafalda, muito obrigado pela tua partilha, e identifico-me plenamente com ela. Quantas vezes isso não me acontece...E cada vez mais me apercebo de cada vez mais coisas que faço, só para agradar os outros. E é muito importante falarmos disso, falarmos das coisas que nos lembramos da nossa infância, para nos libertarmos, e irmos caminhando para sermos cada vez mais nós mesmos, e não um monte de máscaras agradadoras. É interessante isso que partilhas, pois quantas vezes eu sinto que, se digo algo que foi aceite pelo outro fico toda contente porque disse algo de inteligente, ou interessante. Mas quando acontece o contrário, nem precisa o outro dizer que é "contra", ou que não gostou, ou mesmo ter um ar desaprovador, basta ele não fazer qualquer comentário, ficando com um ar indiferente - eu já vou pensar porque é que a pessoa agiu assim, será que foi o que eu disse? Mas se a pessoa for "contra", então as questões interiores ainda são mais fortes, é verdade. Levamos o dia a andar numa montanha russa...bem quando os outros estão bem, mal quando os outros estão mal...bem quando os outros gostam de nós, mal quando os outros não gostam de nós...Faz sentido? Claro que não...Obrigado amiga, pela tua partilha! Bjs

Comentário de Mafalda Cristina Silva Carvalho em 16 maio 2012 às 15:01

Querida Elisabete, quando li as tuas palavras senti que há uma coisa parva que me acontece agora. Quando eu faço algo ou digo algo que não vai ao encontro do que o outro queria, começo a pensar se fiz bem ou fiz mal. Agora que me estou a libertar de algumas máscaras fico na dúvida e continuo com o sentimento de agradar o outro. Realmente é insano, se eu fiz ou disse o que queria, o que é que pode estar mal. Eu sou o mais importante, quem não gostar paciência. Obrigada, beijinhos

© 2019   Criado por Antonio Teixeira Fernandes.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço