O Ativista da nova era é uma comunidade de homens e mulheres de todas as raças e credos que em primeiro lugar querem melhorar suas vidas.

Badge

Carregando...

Membros

"A Ciência para Ficar Rico"

Publicidade!

Fotos

  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Música

Carregando...

  

  Algas

As algas são os mais importantes de todos os suplementos nutricionais. Se as algas fossem usadas generosamente na dieta americana, haveria menos necessidade de suplementos minerais e vitamínicos. As algas são usadas na cozinha dos povos costeiros e ilhéus e como medicamentos no combate a vários tipos de doenças. Os unguentos e linimentos de alga kelp são usados para cortes, picadas de insetos, distensões e contusões.

Estes algáceos aumentam a taxa de cura sem introduzirem qualquer reação tóxica ou resposta antigénica no organismo. As plantas marinhas são usadas numa grande variedade de unguentos cutâneos e entram na composição de cremes cutâneos e shampoos.

Nas algas encontra-se uma abundância de sais minerais, que constituem 5% do peso do nosso corpo. O iodo tem sido procurado como preventivo da gota em todas as culturas. Ele funciona também como antisséptico e é profilático em doenças provocadas por vírus e bactérias. Estas plantas do oceano contêm também grandes quantidades de cálcio, fósforo, magnésio, zinco e ferro. Ao manterem a função da tiroide em equilíbrio e ao promover a fluidez das trocas celulares no organismo, as algas atuam para contrariarem a obesidade (uma vez que as perturbações no equilíbrio dos fluidos provocam a retenção de líquidos).

Há médicos que prescrevem algas marinhas para combater disfunções da próstata e dos ovários, incluindo a esterilidade masculina, devido ao seu elevado teor de zinco. Uma vez que o zinco é um constituinte da insulina, contribui também para a saúde do pâncreas e é importante no tratamento da hipoglicémia e da diabetes. Investigações recentes descobriram que o zinco é igualmente um dos fatores mais importantes na saúde do sistema imunitário.

Está provado que os algáceos inibem a absorção pero organismo de estrôncio e de cádmio até 7/8 da dosagem radioativa recebida. A investigação nesta área foi levada a cabo na Universidade McGill de Montreal, verificando-se a remoção do estrôncio 90 absorvido pelos tecidos.

Além de sais minerais, as algas marinhas têm cerca de um a nove por cento de gorduras, presentes nas vitaminas A. D. E e K lipossolúveis; ácidos gordos essenciais; lecitina; e certos esteróis como o colesterol e ergosterol, que na presença da luz solar são convertidos pelo organismo em vitamina D. Os japoneses usam as, marinhas para reduzir o colesterol no plasma sanguíneo.

As algas marinhas contêm fortes quantidades de vitamina B-12, que é impossível de obter através de uma dieta vegetariana, e vitamina C. São constituídas por cerca de 20 a 30% de proteínas, o que as torna completamente digestíveis. Quando os sais minerais do solo são constantemente dissolvidos e arrastados novamente para o mar, são então absorvidos pelas algas. As algas não absorvem poluentes juntamente com outros elementos. Quando o nível de poluição é elevado, elas não conseguem desenvolver-se, como se verificou nas águas poluídas do Mar do Japão onde a colheita de nori foi reduzida.

Alguns médicos começaram a prescrever algas e outros vegetais marinhos para tratamento de uma vasta gama de doenças relacionadas com os sais minerais, incluindo a artrite, o reumatismo, a obesidade, a tensão arterial elevada e problemas de tiroide.

Do livro: Manual Completo de Medicina Natural, de Marcia Starck

Postado por: Isabel Pato

Exibições: 14

Comentar

Você precisa ser um membro de Ativista da Nova Era para adicionar comentários!

Entrar em Ativista da Nova Era

© 2019   Criado por Antonio Teixeira Fernandes.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço