O Ativista da nova era é uma comunidade de homens e mulheres de todas as raças e credos que em primeiro lugar querem melhorar suas vidas.

Badge

Carregando...

Membros

"A Ciência para Ficar Rico"

Publicidade!

Fotos

  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Música

Carregando...

Se considerarmos que nada, absolutamente nada é nosso, se considerarmos que quando vimos à terra não temos nada e quando nos vamos embora da terra não trazemos nada…Se considerarmos que nada é nosso por direito, que tudo o que nos chega às mãos é uma oferta que a vida nos faz, começamos a olhar para a vida de outra maneira.

 
Por exemplo: Se pensarmos que algo nos vai acontecer e esse algo não acontece… Se esperarmos que algum assunto se encaminhe em determinado sentido e o resultado é diferente do que esperamos... Se queremos as coisas de uma determinada maneira e as coisas teimam em acontecer de outra… Se achamos que uma pessoa vai reagir de uma maneira e ela reage de outra ou queríamos que ela fizesse uma coisa que não fez... 


É claro que ficamos desiludidos. Não era assim que esperávamos que as coisas se desenvolvessem. Mas há aqui uma questão que podemos colocar: “Se nada nem ninguém é nosso, como podemos querer? Como é que pensamos que podemos manipular as coisas a nosso bel-prazer? Porque é que achamos que as coisas vão ser da forma que nos dá mais jeito?” 

É a vida, amigos, é a vida quem nos dá tudo. Absolutamente tudo. A vida dá-nos tudo, desde o ar que respiramos até à roupa que vestimos, os filhos que temos, os amigos, a nossa educação, dinheiro, emprego, relações. Algum dia reparámos na quantidade de coisas e pessoas que a vida já nos deu? Porque é que ficamos sempre a olhar para o que não temos? Porque queríamos ter. E querer é ego.

 
Achamo-nos no direito de ter um certo número de coisas, mas em nome de quê? Quem nos deu? Quem nos disse que eram nossas? Foi o nosso ego que nos encheu a cabeça com a ilusão de que temos direito a tudo.

 

Faço-vos uma proposta. Esqueçam tudo. Fiquem a zeros. Considerem que não são donos de nada. De absolutamente nada. Tudo é da vida. E agora, devagar, comecem a percecionar todas as coisas que a vida já vos deu. Tudo o que têm recebido. 

Comecem a ver, uma a uma, cada coisa que a vida se disponibilizou a oferecer-vos, cada coisa, cada pessoa, cada emoção. E tentem sentir a gratidão por tantas coisas já recebidas. Deixem essa gratidão crescer no vosso peito. Deixem que ela invada com a sua frequência excecional a vossa energia. E nunca mais vão ver a vida da mesma maneira. 

 

Exibições: 39

Comentar

Você precisa ser um membro de Ativista da Nova Era para adicionar comentários!

Entrar em Ativista da Nova Era

Comentário de Maria Elisabete Raposo Milheiro em 20 janeiro 2012 às 17:02

 

Olá minha querida, realmente temos um ego insaciável, mais parecido com um buraco negro, tudo que passa é sugado para lá, sem parecer deixar rasto - a sensação de saciedade. Precisamos orientar o nosso Ego para onde queremos que Ele vá, e não deixarmo-nos dominar por ele. Por isto é tão importante, como tu dizes, estarmos gratos a tudo o que a vida nos oferece. E para estarmos gratos, como dizes, precisamos ir á essência das coisas, procurar além daquilo que parece, estarmos mais atentos aos pormenores, às coisas "pequenas", como por exemplo, eu nunca tinha pensado, até me terem chamado a atenção para isso, de como é uma bênção ter água canalizada! Eu adoro tomar banho, e nunca me tinha questionado de como era possível a bênção de poder tomar banho às horas que eu quisesse, e com água quente, enquanto ainda existem pessoas no mundo que não têm acesso a essa bênção! Tal como esse "pequeno pormenor" muitos outros existem, e que nós não estamos atentos, simplesmente estamos concentrados em receber mais e mais e mais, em vez de agradecermos com fervor tudo o que está á nossa volta e que é exactamente tudo isso que precisamos para EVOLUIR - nem mais nem menos!

Obrigado querida, gostei muito do teu artigo! BJS

© 2019   Criado por Antonio Teixeira Fernandes.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço