O Ativista da nova era é uma comunidade de homens e mulheres de todas as raças e credos que em primeiro lugar querem melhorar suas vidas.

Badge

Carregando...

Membros

"A Ciência para Ficar Rico"

Publicidade!

Fotos

  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Música

Carregando...

O coração é muito mais que um órgão vital. O seu coração é o centro dos seus sentimentos. Como diz o livro dos provérbios: "Como pensa com o coração, assim é o homem". Quando expressa as suas emoções mais profundas, leva instintivamente a mão ao coração. E quando aponta para si mesmo numa conversa, aponta para o coração e não para a cabeça.

A nossa linguagem está cheia de expressões que se referem ao coração como o centro dos nossos sentimentos. Descrevemos uma pessoa que é afetuosa como tendo "bom coração" e uma pessoa que é insensível como "sem coração". Uma pessoa está perto do seu coração quando gosta muito dela. Dá o seu coração a alguém quando o encoraja. Perde o seu coração quando se apaixona. Mas, para mim, a frase mais encantadora de todas é "siga o seu coração" - para fazer o que mais gosta.

A linguagem do coração é os sentimentos. Quando segue o seu coração, escuta, não com a cabeça, mas com o que sente que está certo. A voz da sua alma também fala através do seu coração, que, como uma bússola, lhe aponta a direção certa. A sua alma - a sua essência espiritual - está no interior do seu coração.

Durante muito tempo acreditou-se que, além de ser um centro emocional, no coração era inteligente e tinha a capacidade de tomar decisões. Na medicina tradicional chinesa, é no coração que se faz a ligação entre a mente e o corpo. Os caracteres chineses para "pensar", "pensamento" e "amor" incluem o caracter para "coração". Nas tradições do ioga, o coração é, literal e figurativamente, o nosso guia interno. Em japonês, duas palavras diferentes descrevem o coração: shinzu para o órgão físico e Kokoro para a "mente do coração". Porém, com o passar do tempo este ancestral conhecimento sobre o coração e o respeito por ele foi negligenciado.

Muitas pessoas passam a vida inteira à procura de realização e felicidade, esperando muitas vezes encontrá-la na compra de uma casa linda, de um carro de luxo ou de outros bens materiais. Porém, quando a satisfação com estas coisas de desvanece, elas procuram outras coisas para preencher o vazio: mudam de emprego, fazem férias dispendiosas ou encontram um novo companheiro ou companheira de vida. No entanto, como Santiago descobre em O Alquimista, o maior tesouro, a verdadeira fonte de felicidade e realização, está dentro de si, dentro do seu coração. 

Composto e adaptado por Mafalda Carvalho.

Exibições: 40

Comentar

Você precisa ser um membro de Ativista da Nova Era para adicionar comentários!

Entrar em Ativista da Nova Era

© 2019   Criado por Antonio Teixeira Fernandes.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço