O Ativista da nova era é uma comunidade de homens e mulheres de todas as raças e credos que em primeiro lugar querem melhorar suas vidas.

Badge

Carregando...

Produtos Naturais

Membros

"A CIÊNCIA PARA FICAR RICO"

Para aceder ao livro "A Ciência para Ficar Rico" clique na imagem.

Dê uma oportunidade a si mesmo. Leia o Livro e dê um novo Rumo à sua Vida.

Publicidade!

Fotos

  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Música

Carregando...

Blog de Ângela Barnabé (384)

A vida está lá fora – 287 de 365

A vida está lá fora

Já escrevi muitas vezes sobre a minha tendência para me fechar ao mundo e àquilo que me rodeia.  Este ano tem sido maravilhoso no que toca a este assunto por diversos motivos.

A pessoa que boicota a minha relação comigo mesma, com os outros e com o mundo sou eu. Com os anos e com as crenças que fui criando fiquei com medo da vida e do “lá fora”.

Mas o que esta “lá fora” é um reflexo do que está cá dentro. No momento em que eu me abro e que…

Continuar

Adicionado por Ângela Barnabé em 12 dezembro 2018 às 12:29 — Sem comentários

Aquilo que cada um me traz – 286 de 365

aquilo que cada um me traz

Ao longo destes anos tenho tido o prazer de fazer uma parte deste caminho que é a vida na companhia de pessoas maravilhosas, que de várias maneiras, me foram ensinando diferentes lições.

Ontem antes de adormecer, refleti na forma como me venho relacionando com as pessoas e comigo mesma.

Muitas vezes apeguei-me à presença de algumas pessoas na minha vida, dando como certo a minha relação com elas. Outras vezes interroguei-me qual o motivo pelo…

Continuar

Adicionado por Ângela Barnabé em 7 dezembro 2018 às 23:14 — Sem comentários

Deixar o medo dominar – 285 de 365

medo dominar

Neste momento todas as possibilidades estão disponíveis e encontram-se no mesmo lugar, aqui e agora.

Posso escolher pensar naquilo que quero que aconteça. Posso escolher focar-me no que não quero que aconteça. Ou então posso deixar que aconteça o melhor, fazendo apenas aquilo que é a minha parte.

A minha parte não é pensar na forma de as coisas acontecerem. A minha parte é pôr ação e largar.

Muitas vezes deixo o medo dominar e…

Continuar

Adicionado por Ângela Barnabé em 3 dezembro 2018 às 23:34 — Sem comentários

A vida sabe o que faz – 284 de 365

a vida sabe o que faz

Nada acontece por acaso e quanto mais tomo consciência disso, mais consigo apreciar a beleza dos acontecimentos e a forma como tudo se desenrola.

A vida sabe o que faz e a prova disso é o sítio em que me encontro agora, em todas as áreas da minha vida.

No fundo, não é só agora que as coisas acontecem assim. Desde sempre foi assim, mas todos os muros que coloquei entre mim e a vida impediam-me de ver que isso acontecia.

Acredito…

Continuar

Adicionado por Ângela Barnabé em 1 dezembro 2018 às 23:20 — Sem comentários

Fluxo, confiança e o melhor caminho a tomar – 283 de 365

o melhor caminho

Não posso controlar como e quando as coisas acontecem. Não posso saber o que é o melhor para mim. Mas posso ditar a forma como as coisas fluem.

Tudo o que acontece na minha vida é reflexo de mim mesma. Se as coisas não fluem significa que eu própria não estou a fluir e que estou muito provavelmente a resistir à vida.

Tenho uma grande tendência para querer controlar, justificando isso com o facto de querer que tudo corra da…

Continuar

Adicionado por Ângela Barnabé em 29 novembro 2018 às 23:02 — Sem comentários

Ser a minha melhor amiga – 282 de 365

minha melhor amiga

A minha relação comigo mesma começou a “desandar” quando entrei na adolescência. A tendência para me comparar, para querer ser melhor que os outros, para estar sempre no topo foi-me destruindo aos poucos.

Quando há cinco anos vi a possibilidade de um mundo novo, tomei consciência da importância de uma boa relação comigo mesma.

Eu tenho que ser para mim o que quero que os outros sejam para mim, porque tudo na minha vida é reflexo de mim…

Continuar

Adicionado por Ângela Barnabé em 28 novembro 2018 às 23:06 — Sem comentários

Tomar decisões – 281 de 365

tomar decisões

Este último ano tem sido repleto de mudanças, como já escrevi algumas vezes, e uma delas tem sido a perceção que eu tenho de mim mesma e daquilo que me leva a tomar decisões.

Muitas vezes confundi não querer fazer uma coisa com não fazer uma coisa devido ao medo. Medo de quê? Muitas vezes nem eu sei.

Eu fujo daquilo que quero realmente experimentar: a alegria da vida. Aquele turbilhão de emoções que é…

Continuar

Adicionado por Ângela Barnabé em 27 novembro 2018 às 23:54 — Sem comentários

A vida é entusiasmo – 280 de 365

entusiasmo

Quando eu era criança via tudo com entusiasmo. Cada dia era encarado na expectativa do que poderia acontecer. Os dias pareciam infinitos e o tempo parecia nunca mais passar.

Mas à medida que foi crescendo fui criando conceitos em relação à vida que apenas me trouxeram sofrimento. Fui criando medos, inseguranças e fui construindo uma barreira entre mim e o mundo, fechando-me numa bolha.

Fazer coisas novas assustava-me. Sonhar era motivo de…

Continuar

Adicionado por Ângela Barnabé em 27 novembro 2018 às 23:45 — Sem comentários

Aproveitar o que estou a viver – 279 de 365

aproveitar

Nos últimos tempos tenho sido “confrontada” com o facto de nada ser permanente. Isto não é novidade nenhuma para mim, mas diversos acontecimentos da minha vida fizeram-me refletir neste tema.

Coisas que tomei como certas; pessoas, situações e até mesmo objetivos saíram da minha vida com a mesma suavidade com que entraram.

Assim como escrevi na reflexão anterior, tenho notado a urgência em aproveitar tudo aquilo que estou a vivenciar.

Ninguém…

Continuar

Adicionado por Ângela Barnabé em 26 novembro 2018 às 23:00 — Sem comentários

Estou à espera do quê? – 278 de 365

Estou à espera do quê

Se olhar com atenção para a minha vida vejo que o tempo passa rápido. A vida não pára e as coisas fluem a uma velocidade alucinante.

Em criança imaginava como seria ter dezoito anos e parecia que nunca mais lá chegava. Hoje, com quase 23 anos, vejo a urgência em aproveitar cada segundo e às vezes parece que o tempo passa rápido de mais.

Não há tempo a perder; a altura certa para ser feliz, para realizar sonhos e principalmente…

Continuar

Adicionado por Ângela Barnabé em 23 novembro 2018 às 23:29 — Sem comentários

Segurança e experiência – 277 de 365

experiência

Desde que entrei na adolescência que me considerava alguém inseguro. Pequenas alterações eram o suficiente para me destabilizar e pequenas novas tarefas eram o suficiente para eu entrar em ansiedade.

Quando comecei a tomar consciência de que a segurança era algo indispensável para um vida de qualidade, comecei também a querer sentir-me segura, o que é perfeitamente natural.

Mas de onde é que vem a segurança?

Naquilo que…

Continuar

Adicionado por Ângela Barnabé em 21 novembro 2018 às 23:08 — Sem comentários

O desapego e o largar – 276 de 365

desapego

Uma das coisas que tem sido mais difícil para mim trabalhar é o desapego. Como se costuma dizer “ou se aprende a bem ou se aprende a mal” e a última opção tem ocorrido na minha vida.

(Quando falo em aprender a mal refiro-me ao ter que aprender passando a experiência de uma forma mais dolorosa, porque resisto aos acontecimentos. Podia aprender trabalhando as situações assim que me apercebo delas, mas vou adiando e quando chega a altura…

Continuar

Adicionado por Ângela Barnabé em 21 novembro 2018 às 22:56 — Sem comentários

Fazer a diferença – 275 de 365

fazer a diferença

Eu pensava que para fazer a diferença eu tinha que ser especial. Não podia ser igual aos outros, tinha que me destacar, tinha que fazer com que reparassem em mim.

Então passava uma grande parte do tempo tentando ser algo de destaque na vida das pessoas, fazendo coisas para agradar, pondo máscaras, fingindo ser algo que não era, para que eu me sentisse especial, para que sentisse que tinha valor.

No fundo, ao procurar fazer…

Continuar

Adicionado por Ângela Barnabé em 19 novembro 2018 às 23:14 — Sem comentários

Permitir o fluxo criativo – 274 de 365

fluxo Como já escrevi muitas vezes, uma das tarefas que mais me tem despertado reflexões e que mais aprendizagens me tem trazido é a cozinha, mais especificamente a parte da doçaria.

Nos últimos tempos, as atividades da Casa Escola têm proporcionado uma grande oportunidade para desenvolver a minha criatividade na cozinha e com a ajuda de todos têm sido servidas grandes delícias.

Muitas vezes (talvez mesmo todas), aquilo que tinha na minha mente para…

Continuar

Adicionado por Ângela Barnabé em 18 novembro 2018 às 22:16 — Sem comentários

O momento de largar… – 273 de 365

momento de largar

É fácil entrar-se em obsessão e perseguir-se cegamente algo quando se deixa que essa tendência se apodere de nós.

Nos últimos tempos, para além de ganhar consciência da importância de ter um foco a seguir, tenho me apercebido do quão importante é largar.

Ainda não sei o que é o melhor para mim e penso que nunca irei saber. Não sei qual é a melhor forma de as coisas chegarem até mim, nem quando é a melhor altura para elas…

Continuar

Adicionado por Ângela Barnabé em 18 novembro 2018 às 21:30 — Sem comentários

Escolhas e mais escolhas… – 272 de 365

escolhas

A vida é feita de escolhas. Cada momento é definido com aquilo que eu escolho. Quero estar bem? Quero alimentar o mal-estar?

Cada vez que eu escolho adiar o meu processo de crescimento, faço com que eu seja dirigida de uma determinada maneira pela vida. Seja para que eu me aperceba que estou a adiar ou com o intuito de me mostrar que adiar não resulta, a vida levar-me-á a experiências que tenham a ver com a minha…

Continuar

Adicionado por Ângela Barnabé em 13 novembro 2018 às 23:37 — Sem comentários

Um crescimento diário – 271 de 365

crescimento diário

Já escrevi bastantes vezes sobre o facto de querer saber fazer as coisas à primeira, sem ter qualquer experiência. Quero começar e acertar logo, sem ter qualquer tipo percurso naquilo que estou a querer fazer.

Mas a verdade é que as coisas obedecem a uma ordem e a um crescimento que tem o seu ritmo. A postura com que eu faço as coisas influencia grandemente a forma como elas fluem, mais isso não significa que posso saltar a ordem de como as coisas…

Continuar

Adicionado por Ângela Barnabé em 13 novembro 2018 às 23:34 — Sem comentários

Lidar com os pensamentos – 270 de 365

lidar com os pensamentos Nos últimos dias tenho prestado bastante atenção aos meus pensamentos. Não é que não o devesse fazer sempre, em cada momento da minha vida, mas há medida que vou expandindo a consciência fico mais ciente daquilo que passa pela minha mente.

São os pensamentos que criam os sentimentos e emoções. Se eu aprender a lidar com os meus pensamentos, poderei lidar com as minhas emoções e assim criar uma vida realizada.

Eu só agarro os pensamentos…

Continuar

Adicionado por Ângela Barnabé em 11 novembro 2018 às 23:26 — Sem comentários

Deixar de resistir – 269 de 365

deixar de resistir

Ao observar aquilo que vou sentindo ao longo do dia, posso saber se estou em resistência ou se estou em fluxo.

Um mesmo acontecimento pode provocar diferentes tipos de reação da minha parte e ao contrário do que eu pensava antes, não são os acontecimentos que ditam o que eu sinto, mas sim as decisões que eu tomo perante os acontecimentos.

Uma das minhas grandes limitações é a resistência e é o que eu tenho utilizado como bênção na minha…

Continuar

Adicionado por Ângela Barnabé em 11 novembro 2018 às 22:42 — Sem comentários

Onde me leva a confiança – 268 de 365

leva a confiança Estes últimos 3 meses têm sido muito intensos. Mais intensos do que eu poderia imaginar.

Quando rotulo as minhas últimas vivências como intensas faço-o porque neste momento sinto que não há tempo para adiar nem para fugir. Tudo tem acontecido de uma maneira rápida e a colheita daquilo que venho semeando tem sido quase instantânea.

Se antes tinha que estar atenta aos meus pensamentos e sentimentos, neste momento tenho que reforçar esse…

Continuar

Adicionado por Ângela Barnabé em 8 novembro 2018 às 22:57 — Sem comentários

© 2018   Criado por Antonio Teixeira Fernandes.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço