O Ativista da nova era é uma comunidade de homens e mulheres de todas as raças e credos que em primeiro lugar querem melhorar suas vidas.

Badge

Carregando...

Produtos Naturais

Membros

"A CIÊNCIA PARA FICAR RICO"

Para aceder ao livro "A Ciência para Ficar Rico" clique na imagem.

Dê uma oportunidade a si mesmo. Leia o Livro e dê um novo Rumo à sua Vida.

Publicidade!

Fotos

  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Música

Carregando...

junho 2018 Posts no Blog (20)

A leveza da vida – 175 de 365

leveza da vida

Normalmente os meus domingos são dedicados à jardinagem ou a alguma tarefa que não pode ser feita durante a semana. É um dia em comunidade (como todos os outros), mas acaba por ser diferente porque as tarefas também são diferentes.

Estes dias fazem-me lembrar de quando eu era criança, principalmente porque passo muito mais tempo em contacto com a natureza.

Este domingo, almoçamos no jardim, aproveitando o tempo propício para isso, e durante o…

Continuar

Adicionado por Ângela Barnabé em 26 junho 2018 às 23:09 — Sem comentários

Cada um pode fazer a diferença – 174 de 365

diferença

A ideia de fazer do mundo um sítio melhor foi algo que sempre me agradou. Mas, para considerava isso uma tarefa quase impossível.

Como é que eu podia fazer o mundo um lugar melhor se não conseguia acabar com a pobreza? Ou com a fome?

Parecia uma tarefa monstruosa, mas hoje, com uma consciência mais expandida que na altura consigo achar possível que isso aconteça.

Não se trata de mudar os outros, nem de passar a vida a lutar…

Continuar

Adicionado por Ângela Barnabé em 26 junho 2018 às 21:44 — Sem comentários

Focar-me no que quiser – 173 de 365

focar-me

Hoje, enquanto me deslocava para fazer algumas tarefas, tive o prazer de observar como diversas situações podem significar diferentes coisas para pessoas diferentes e também observei que se estiver atenta posso ver como a vida me abençoa.

Durante o dia, eu posso focar-me no que quiser e esse foco dita não só a forma como lido com as situações, como também os resultados que cada uma delas…

Continuar

Adicionado por Ângela Barnabé em 23 junho 2018 às 0:16 — Sem comentários

Os caminhos para onde a vida me leva – 172 de 365

caminhos

Muitas vezes questionava o porquê de as coisas acontecerem. Não questionava o que eu poderia estar a criar na minha vida, mas duvidava da capacidade da vida de me dar coisas que eu realmente gostasse e que me fizessem bem.

Estava tão cega e tão imersa na ilusão do vitimismo que não percebia que eu, para além de estar a criar situações que eu não queria experienciar pelo foco constante nisso, resistia às coisas que aconteciam, muitas…

Continuar

Adicionado por Ângela Barnabé em 22 junho 2018 às 0:10 — Sem comentários

Confiar em primeiro lugar – 171 de 365

confiar em primeiro lugar

Antes de tomar alguma decisão, o melhor a fazer é confiar.

Escrevo isto tendo em mente todas as vezes em que tomei decisões com base no medo ou na dúvida e que criei um “problema” ainda maior do que o que queria resolver e vi-me embrulhada na dúvida e no medo.

Ou então as vezes em que manipulei as coisas para evitar passar por situações e depois senti-me mal por saber o que fiz e por não ter aproveitado uma oportunidade para trabalhar a minha…

Continuar

Adicionado por Ângela Barnabé em 21 junho 2018 às 0:31 — Sem comentários

Quando deixo fluir – 170 de 365

quando deixo fluir

Tem sido um treino grande confiar e deixar fluir. Não por não ter motivos para isso, mas porque ainda tenho uma grande tendência para controlar.

Essa tendência só vai mudar quando eu mudar a forma como lido com a vida e quando eu decidir escolher algo diferente.

Existe um momento decisivo: aquele momento em que um pensamento me vem à mente e em que eu tenho escolher se alimento o pensamento ou se o deixo ir.

Pensamentos…

Continuar

Adicionado por Ângela Barnabé em 21 junho 2018 às 0:26 — Sem comentários

Cada um tem o seu percurso – 169 de 365

cada um tem o seu percurso

Todos nós fomos ensinados a catalogar e a rotular, ou seja a julgar. Seja as pessoas, as situações ou a nós mesmos; o julgamento está sempre presente.

Muitas vezes no dia-a-dia esqueço-me da importância de não julgar, principalmente de não julgar os outros pelas suas decisões e pelas suas escolhas.

Quando comecei a ver a vida de uma maneira diferente, achava que era de uma certa forma superior e que todos deveriam seguir a minha…

Continuar

Adicionado por Ângela Barnabé em 21 junho 2018 às 0:19 — Sem comentários

TRATAMENTO DE MERECIMENTO

(Recitar, ler e escrever o texto abaixo diariamente por pelo menos 21 dias seguidos, a sua auto-estima aumentará de forma extraordinária).



Sou merecedor(a). Mereço tudo o que é bom.

Não uma parte, não um pouquinho, mas tudo o que é bom.

Agora me afasto de todos os pensamentos negativos, restritivos.

Liberto e deixo ir todas as minhas limitações.

Em minha mente, sou livre.

Agora me transporto para um novo espaço de consciência, onde estou…

Continuar

Adicionado por Lúcia Andrés em 19 junho 2018 às 4:30 — Sem comentários

O que os outros pensam de mim – 167 de 365

pensam de mim Desde de pequena que foi ensinada a preocupar-me com as pessoas pensam e isso levou-me a mais tarde, preocupar-me mais com as aparências do que com aquilo que eu estava a sentir.

Também comecei a querer que todos gostassem de mim e que olhassem para mim com admiração. Para isso eu tinha que me comportar de forma a agradar toda a gente.

Claro que isso nunca resultou e apenas fez que eu com o passar do tempo me sentisse mais frustrada e com…

Continuar

Adicionado por Ângela Barnabé em 19 junho 2018 às 0:09 — 1 Comentário

Quando irei ver os resultados? – 166 de 365

ver os resultados

Somos criados na cultura do instantâneo, em que se os resultados não forem praticamente imediatos, as coisas não valem a pena e parte-se à procura de algo “para ontem”.

Confesso que ver os resultados o mais depressa possível era algo que eu gostava muito ( e penso que ainda exista uma parte de mim que o prefira), mas consigo ver bem o que isso causa na minha vida.

Os resultados aparecem sempre na hora certa. Posso…

Continuar

Adicionado por Ângela Barnabé em 17 junho 2018 às 19:06 — Sem comentários

Quando irei ver os resultados? – 166 de 365

ver os resultados

Somos criados na cultura do instantâneo, em que se os resultados não forem praticamente imediatos, as coisas não valem a pena e parte-se à procura de algo “para ontem”.

Confesso que ver os resultados o mais depressa possível era algo que eu gostava muito ( e penso que ainda exista uma parte de mim que o prefira), mas consigo ver bem o que isso causa na minha vida.

Os resultados aparecem sempre na hora certa. Posso…

Continuar

Adicionado por Ângela Barnabé em 15 junho 2018 às 23:57 — Sem comentários

Está tudo aqui – 165 de 365

está tudo aqui

É interessante olhar para trás e ver que quanto mais eu procurava, mais deixava passar por mim aquilo que buscava e mais resistia à vida.

Não há problema em querer mais do que aquilo que tenho ( a nossa natureza é crescimento e quando estagnamos começamos a morrer), mas a questão está naquilo que me leva a querer algo.

Eu queria ter mais para me sentir melhor. Tudo aquilo que eu buscava era com intuito de me preencher. Daí toda a…

Continuar

Adicionado por Ângela Barnabé em 15 junho 2018 às 23:30 — Sem comentários

Estar bem em primeiro lugar – 164 de 365

primeiro lugar

Quando ouvia falar em autoestima e em estar bem comigo mesma, pensava em todos os aspectos físicos da questão, como olhar-me ao espelho e sentir-me bem comigo, gostar do meu corpo…

Não compreendia muito bem quais seriam as “consequências” de ter uma boa autoestima e o que é que isso iria significar no meu dia-a-dia.

Estar bem comigo mesma não tem só a ver com a aparência, mas também com a forma como me sinto, com aquilo que…

Continuar

Adicionado por Ângela Barnabé em 13 junho 2018 às 23:32 — Sem comentários

Libertar o passado – 161 de 365

libertar o passado Quando comecei o meu processo de mudança e quando vi que tinha tantas crenças para libertar, fiquei bastante assustada, pois achei que só quando as libertasse todas é que poderia ver mudanças acontecerem.

Pensava muitas vezes no passado e ficava muitas vezes focada no que tinha acontecido e na necessidade de ver as coisas que aconteceram de forma diferente.

Ficava também preocupada com aquilo que ainda ia ter que fazer no futuro. Será que iria…

Continuar

Adicionado por Ângela Barnabé em 12 junho 2018 às 23:15 — Sem comentários

O que acontece é sempre o melhor – 162 de 365

acontecem no momento certo Não importa quantas vezes eu escreva, diga ou pense isto, fico sempre maravilhada com a forma como as coisas acontecem. É impressionante o facto de tudo o que acontece na minha vida ser sempre o melhor.

Posso não ver isso e resistir ao fluxo das coisas e ser ignorante ao ponto de achar que sei o que deve ou não acontecer, mas a vida nunca me falha.

Entro em ansiedade e fico envolta num turbilhão de pensamentos. E tudo isto para quê? Para…

Continuar

Adicionado por Ângela Barnabé em 12 junho 2018 às 23:00 — Sem comentários

Lidar com a ansiedade – 160 de 365

ansiedade

Pelos muitos conceitos errados acerca da vida e do seu fluxo que eu fui criando ao longo da minha vida, tornei-me uma pessoa ansiosa. Eu estava sempre num estado tal de ansiedade que no momento em que consegui ficar serena, senti-me estranha.

(É muito “interessante” o facto de eu, no passado, considerar normal o estado de ansiedade e não o estado de serenidade.)

Queria controlar a forma como as coisas se…

Continuar

Adicionado por Ângela Barnabé em 9 junho 2018 às 23:29 — Sem comentários

Entrevista ao Frei Bento Domingues

 Uma entrevista de simples leitura que mostra a expansão da mente e lucidez de um Homem com 84 anos.

https://sol.sapo.pt/especiais/frei-bento-domingues-fala-se-muito-de-modernidade-e-de-iluminismo-e-depois-deixamos-a-vida-desenvolver-se-nas-trevas/

Adicionado por Isabel Pato em 9 junho 2018 às 19:30 — Sem comentários

Os pequenos momentos – 155 de 365

pequenos momentos

Lembro-me de, nas últimas horas de cada ano, tentar apreciar a última vez que fazia alguma coisa naquele ano. Tentava usufruir, estar presente, mas assim que soavam as 12 badaladas, esquecia a intenção de viver o momento e voltava tudo ao mesmo.

Pensava que um dia ia acontecer algo tão arrebatador que ia mudar a minha vida e iria tudo fazer sentido.Estava convicta que isso iria coincidir com o momento em que encontrasse…

Continuar

Adicionado por Ângela Barnabé em 6 junho 2018 às 18:16 — Sem comentários

Deixar ir – 154 de 365

deixar ir Relacionar-me com as pessoas era algo que eu considerava difícil (talvez pelo facto de a minha relação comigo mesma não ser algo fluído). Tinha medo das pessoas, desconfiava delas e sempre tinha a sensação que não podia mostrar tudo aquilo que sentia para não me tornar vulnerável.

Eu tinha uma baixa auto-estima e por isso aquilo que os outros pensavam de mim tinha um impacto enorme na forma como eu me sentia. Procurei muitas…

Continuar

Adicionado por Ângela Barnabé em 6 junho 2018 às 12:41 — Sem comentários

A ponte para o bem-estar – 153 de 365

ponte

Muitas vezes pensei que o bem-estar era algo difícil de alcançar e que era algo longínquo. Um dia, após muito trabalho árduo e esforço, iria conseguir sentir-me bem comigo mesma.

Mas eu estava enganada. Não relativamente a que um dia me iria sentir bem comigo mesma, mas sim quando pensava que esse dia estava longe.

O dia poderia ser aquele mesmo, naquele mesmo instante em que colocava o meu bem-estar tão longe.

Para estar…

Continuar

Adicionado por Ângela Barnabé em 5 junho 2018 às 22:57 — Sem comentários

Arquivos mensais

2018

2017

2016

2015

2014

2013

2012

2011

1999

© 2018   Criado por Antonio Teixeira Fernandes.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço