O Ativista da nova era é uma comunidade de homens e mulheres de todas as raças e credos que em primeiro lugar querem melhorar suas vidas.

Badge

Carregando...

Produtos Naturais

Membros

"A CIÊNCIA PARA FICAR RICO"

Para aceder ao livro "A Ciência para Ficar Rico" clique na imagem.

Dê uma oportunidade a si mesmo. Leia o Livro e dê um novo Rumo à sua Vida.

Publicidade!

Fotos

  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Música

Carregando...
Heloisa Biasoli Marques
  • Feminino
  • Rio de Mouro
  • Portugal
Compartilhar
  • Mensagens de blog
  • Tópicos
  • Eventos
  • Grupos (2)
  • Fotos (2)
  • Álbuns de Fotos
  • Vídeos

Amigos de Heloisa Biasoli Marques

  • Carroll
  • Mafalda Cristina Silva Carvalho
  • Maria Elisabete Raposo Milheiro
  • Antonio Teixeira Fernandes

Grupos de Heloisa Biasoli Marques

Presentes recebidos (2)

 

Página de Heloisa Biasoli Marques

Qual o significado da palavra OM – ॐ ? Sr Yama (Deus da Morte) responde…

Na Katha Upanishad, o professor é o próprio Senhor Yama, a deidade que representa a “morte” e também  aquele que dá o fruto das ações aos indivíduos, sendo a vida humana apenas mais um deles. O aluno é o famoso Naciketas, um garoto sincero que por inocência foi mandado pelo próprio pai para servir o Senhor da Morte. Lá é conferido a ele o grande conhecimento que é chamado pelo próprio Yama de “OM”!

Foi um grande engano, o pai estava realizando um ritual onde ele dava todas as suas riquezas e o filho,  se vendo como uma posse de valor, “se oferece” e diz “Pai para quem você vai me dar?” O pai ignora o menino, mas depois da 3ª vez ele fala irritado: “Você! Eu vou dar para Yama!” Quando o pai percebeu o que ele disse, já era tarde, palavra dita é palavra cumprida e o garoto é mandado para o Senhor da Morte.

Sr. Yama, contudo, é muito ocupado e ele acaba esperando por 3 dias. Quando o Senhor da Morte chega, resolve presentear o menino com 3 desejos, um para cada dia de espera. No primeiro ele pede pelo bem estar dos seus pais. No segundo ele pede por um ritual que leve as pessoas ao paraíso. No terceiro ele pede para saber a verdade sobre o que acontece com uma pessoa depois que ela morre. “Uns dizem que nada existe, outros dizem que existe alguma experiência. Qual a verdade sobre tudo isso?” Se existe uma continuação para vida, então, existe algo que está além do poder da morte e o menino quer ser ensinado sobre esse conhecimento. Depois de uma longa introdução, onde o Senhor Yama verifica se Naciketas realmente está pronto, ele começa falando “OM” como podemos ver nos versos abaixo:

अन्यत्र धर्मादन्यत्राधर्मात् । अन्यत्रास्मात् कृताकृतात् ।

अन्यत्र भूताच्च । भव्याच्च । यत्तत्प्श्यसि तद् वद । १.२.१४

Naciketas: “ (Oh Yama) isso que o Senhor vê, que está além do certo e do errado, da causa e do efeito, do passado e do futuro, por favor me conte!

सर्वे वेदा यत्पदमामनन्ति । तपांसि सर्वाणि च यद् वदन्ति ।

यदिच्छन्तो ब्रह्मचर्यं चरन्ति । तत्ते पदं सङ्ग्रहेण ब्रवीमि ॥

ओम् इति एतत् ॥ १.२.१५

Yama: “ Vou falar resumidamente, daquele objetivo que todos os Vedas apontam, devido ao qual todas as austeridades são feitas, aquele que desejando (as pessoas) vivem um vida de disciplina: OM!

एतद्ध्येवाक्षरं ब्रह्म । एतद्ध्येवाक्षरं परम् ।

एतद्ध्येवाक्षरं ज्ञात्वा यो यदिच्छति तस्य तत् ॥ १.२.१६

Essa palavra (OM) é de fato um nome para a causa do universo – Brahma, essa palavra é um nome para a realidade imutável. Seja lá o que se deseja, meditando no OM, se torna seu.

एतदालम्बनं श्रेष्ठम् । एतदालम्बनं परम्

एतदालम्बनं ज्ञात्वा ब्रह्मलोके महीयते ॥ १.२.१७

Esse (OM) é o melhor símbolo, (pois) ele é o símbolo para causa do universo e para a realidade (que transcende “nome e forma”). Tendo meditado nesse símbolo a pessoa se torna o próprio “OM”.

…. a tradução foi adaptada de acordo com os comentários de Sri Shankara …

O OM aparece em várias partes dos Vedas como: Chandogya, Katha, Mundaka e Mandukya Upanishad. Naturalmente, na Bhagavadgita e também nas Puranas ele é citado continuamente e é por isso que temos tantas explicações e histórias.

Popularmente no meio do Yoga, o OM é tratado como uma palavra auspiciosa capaz de amenizar os efeitos de ações inadequadas ou de potencializar, tirar os obstáculos de uma ação. Por essa razão quando se começa algo novo, uma aula ou se vai fazer algo importante, tradicionalmente se diz: OM!

Apesar de ser comum as pessoas cantarem “A – U – M” ou estender a duração do OM por vários segundos,  a tradição védica coloca que ele é uma sílaba única que possui apenas 3 tempos.

Nas disciplinas dos Yogis também está sempre presente, pois todas elas envolvem mantras e todo mantra começa com OM. É dito que os próprios vedas são um desdobramento do OM e todo mantra é apenas sua expansão. Já a sua repetição como prática espiritual é a última prática, pois tem todos os mantras contidas nela. É uma disciplina que é passada pelo mestre no dia que a pessoa se torna um “renunciante”.

Embora o OM tenha todas essas utilizações que estamos acostumados a lidar, ele é muito mais do que uma palavra auspiciosa. De acordo com o Sr. Yama, todo o ensinamento de vedanta pode ser resumido na palavra OM. Assim o que chamamos de autoconhecimento não é diferente do significado do OM e por isso que é dito que: “…todos os vedas apontam para o OM e é tendo ele como objetivo que existem as disciplinas e o estilo de vida de Yoga…”

 Durante o processo de autoconhecimento, o OM é um símbolo sonoro que representa:

  1. Deus, a causa desse universo.  E é por isso que o Senhor da Morte diz que meditar no OM traz a você o que se deseja. Meditar no OM nesse contexto é uma oração e através dela as pessoas obtêm o que desejam.
  2. A verdade sobre todo esse mundo de nomes e formas. A matéria prima onde todo o universo é projetado e a inteligência cósmica que está presente em todas as leis da natureza.
  3. A realidade do indivíduo, que está além do corpo físico, da mente e do espírito, aquilo que está livre da morte, exatamente como Naciketas queria saber.

E o aprendizado é entender como essas 3 entidades (Deus, o Mundo e o Indivíduo), aparentemente totalmente diferentes e opostas, são em realidade uma unidade, um único ser, indivisível. Como não é uma tarefa simples, pois todos os nossos condicionamentos são opostos a isso, existem as disciplinas, as posturas, as terapias, os satsangas e tudo que compõe uma vida de Yoga.

O OM está sempre presente na vida de uma pessoa. Quem ainda não iniciou suas práticas recorre ao OM para obter o que desejam no mundo, mesmo que eles chamem o OM por outros nomes. (“Ele não se importa, afinal todos os nomes são o OM!”)

Para o Yogi, o OM são os Vedas, o caminho de todas as disciplinas e ele recorre ao OM para preparar sua mente para esse conhecimento e descobrir seu significado em toda sua profundidade.

E, para o sábio, que já chegou ao fim de sua jornada espiritual, o OM é nada mais nada menos do que o significado da palavra “eu”.

Fotos de Heloisa Biasoli Marques

  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Caixa de Recados (4 comentários)

Você precisa ser um membro de Ativista da Nova Era para adicionar comentários!

Entrar em Ativista da Nova Era

Às 17:17 em 2 fevereiro 2012, Maria Elisabete Raposo Milheiro disse...

Querida Heloisa, Parabéns por te juntares ao Grupo da Mente Milionária e por teres dado o primeiro passo para Criar Riqueza em todas as áreas da tua vida. Convido-te desde já a ler o livro que rege o Grupo: Os Segredos da Mente Milionária de T. Harv Heker, que pode ser baixado no link seguinte:

http://solucaoperfeita.com/os-livros/

 

Podes começar desde já a participar nas discussões! Envolve-te, partilha, comenta, e Enriqueçe! Bem-vinda! Obrigado!

Às 20:14 em 6 janeiro 2012, Maria Elisabete Raposo Milheiro disse...

Olá Querida Heloisa! Bem Vinda ao Mundo da Soluções Perfeitas e Criativas! Parabéns por ter dado o passo para Criar mais Bem-estar, Saúde e Beleza em sua Vida! Obrigado!

Às 16:17 em 5 janeiro 2012, Sandrine Alves Perestrelo disse...

Ola tudo bem?

Eu pertenço a uma empresa multinacional chamada 4 life research.

E tenho uma oportunidade que poderá ser interessante para si.

Interessa lhe?

Às 15:22 em 5 janeiro 2012, Antonio Teixeira Fernandes disse...

Heloisa Seja bem-vinda ao mundo das Soluções Perfeitas e Criativas. Crie, partilhe, divulgue, divirta-se. A vida é fantástica OBRIGADO
António

 
 
 

© 2018   Criado por Antonio Teixeira Fernandes.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço