O Ativista da nova era é uma comunidade de homens e mulheres de todas as raças e credos que em primeiro lugar querem melhorar suas vidas.

Badge

Carregando...

Produtos Naturais

Membros

"A CIÊNCIA PARA FICAR RICO"

Para aceder ao livro "A Ciência para Ficar Rico" clique na imagem.

Dê uma oportunidade a si mesmo. Leia o Livro e dê um novo Rumo à sua Vida.

Publicidade!

Fotos

  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Música

Carregando...

celuliteModernamente, muito se tem falado em celulite, sem que, no entanto, haja uma noção precisa daquilo em que consiste. Muitos confundem celulite com obesidade. Qualquer aumento de peso é imediatamente classificado de “celulite”, na maioria das vezes sem conhecimento de causa, tornando-se pois necessário fazer luz sobre esta questão, que a tantos erros e excessos tem conduzido.

Quantos atentados à saúde não se têm praticado em nome da ignorância e de uma “moda” de que as pessoas mais tarde se arrependerão sem remédio.

Mas vejamos: celulite é a inflamação do tecido celular subcutâneo adiposo, que, degenerando e tornando-se fibroso, se inflama e fica rígido, provocando dores. Ora, é costume apelidar-se de celulite qualquer rotundidade que, um pouco mais saliente, vá chocar os modernos cânones da estética, mas isto é falso, pois uma certa gordura é necessária à flexibilidade da silhueta e da própria pele. Posto isto e alertando igualmente para o facto de os processos terapêuticos contra a celulite não serem infalíveis como o poderão ser no caso da obesidade, passemos à análise de algumas receitas à base de vegetais, que, ao lado das massagens e do desporto, poderão auxiliar a combater esse mal que a tantos faz desesperar.

 

Cataplasma de hera contra a celulite:

Agarre em 2 punhados de folhas de hera trepadora, colhidas de fresco, pique-as muito bem, misture com 4 punhados de farelo e 0,25lt de água. Aqueça em lume brando, coloque a massa obtida numa gaze e conserve a cataplasma sobre os sítios afetados durante meia hora, pelo menos.

 

Compressa de hera:

Se a preparação da cataplasma lhe repugnar um pouco, pode substituir a massa de hera por uma decocção que obterá fazendo ferver, durante 10 minutos, 200 g de folhas cortadas em 1lt de água. Coloque as compressas quentes sobre as placas de celulite. Derretê-las-ão e, sobretudo, eliminarão a dor que lhe causam na altura das massagens.

Todavia a celulite e a obesidade também se curam a partir do interior, pois são, muitas vezes, causadas por anomalias na assimilação, por digestão incompleta, por um fígado preguiçoso, e tudo isso pode ser corrigido, na condição de ser periodicamente submetido à ação das plantas benéficas. Estes tratamentos devem ser prolongados para se alcançar o melhor resultado.

 

Tisana de anis:

Deite 5 g de anis, 5 g de basílico e 5 g de hortelã em água a ferver, deixe em infusão durante 5 minutos e beba duas chávenas desta tisana por dia. Deve ser ingerida bem quente.

 

Infusão de flores de marroio:

Se conhecer esta planta, da família das labiadas, parecida com a hortelã e com a urtiga-branca, apanhe-a na altura do início da floração e ponha a sua provisão a secar à sombra. Se não tiver a certeza de poder identificá-la – e a nossa recomendação, imperiosa, é válida para todas as plantas que pode ser tentado a apanhar – dirija-se a um ervanário.

Pese 30 g de marroio em flor e mergulhe, em frio, em 1lt de água, durante 10 minutos.

Ponha ao lume e retire antes de começar a ferver. Deixe em infusão durante 15 minutos. Substitua a sua ração diária de líquidos por cerca de um litro desta infusão, sem açúcar, evidentemente.

 

Decocção de cavalinha:

Esta planta, cujo nome vulgar é muito expressivo, dá-se nos terrenos húmidos e arenosos. É um poderoso diurético, cuja ação permite a eliminação do excesso de água, que provoca as dolorosas e inestéticas infiltrações celulíticas.

Prepare uma decocção de 60 g de caules secos para 1lt de água, deixe ferver em lume brando durante 10 minutos e tome diariamente três a quatro chávenas deste diurético inofensivo.

Os médicos são unânimes na condenação do uso repetido de medicamentos diuréticos, que cansam os rins e o coração, e que não são, aliás, vendidos sem receita, mas a Natureza fornece-nos, sem riscos e sem despesas, diuréticos excelentes. Utilize-os em infusões, à razão de 5 g por chávena, bebidas várias vezes ao dia: pés de cereja, casca de maçãs secas, rainha-dos-prados ou borragem.

 

Tisana composta diurética:

Prepare dois litros para beber durante o dia. Esta infusão compreende: 80 g de grama, 10 g de hortelã, 10 g de folhas de groselheira-negra e 10 g de folhas de freixo.

 

Infusão de rainha-dos-prados:

Se a apanhar nos campos, ela poderá perfumar o seu sótão antes de lhe fornecer todos os préstimos, pois é simultaneamente diurética e amiga dos rins. Ingira quatro a cinco chávenas por dia da infusão obtida graças à utilização de 20 a 30 g de flores secas por litro de água. O líquido será mantido no estádio imediatamente anterior à ebulição.

 

Infusão composta à base de rainha-dos-prados:

Prepare uma infusão nas seguintes proporções: 4g de rainha-dos-prados, 10g de amieiro preto, 10 g de tasneirinha, 10 g de videira vermelha, 10 g de marroio-branco, 10 g de aquileia milefólio, 10 g de calêndula.

Tome três chávenas ao dia, em jejum e fora das refeições, desta infusão, que preparou deitando uma colher de sopa por chávena.

 

Infusão de lúpulo:

Faça uma infusão de cones de lúpulo, a que adicionará, se possível e se apreciar, um pouco de hortelã. Filtre o líquido e beba uma chávena de café duas vezes ao dia, fora das refeições.

 

Decocção de alecrim:

Faça uma decocção de alecrim em pó na proporção de 50g para 400 cc de água e beba dois copos por dia.

 

Óleo de massagem contra a celulite lenhosa:

OE (óleo essencial): 2g de rosmaninho, 1g de cipreste, 5 g de salva, 0,5 g de tomilho, 0,5 g de alfazema.

TM (tintura mãe): 10 g de arnica, 0,40 g de capsicina, q.b. de óleo de papoila para 100 cc e q.b. de azul patenteado.

 

Óleo de massagem para ativar a circulação:

Massaje todas as zonas do corpo afetadas pela celulite com o seguinte óleo OE: 10 g de cipreste, 10 g de hortelã, 10 g de sassafrás,10 g de verbena. TM: 10 g de castanha-da-índia, 10 g de hamamélia, 10 g de Hydrastis canad, 10 g de viburno, 10 g de ciclame, q.b. para 500 cc de óleo de avelã e q.b. de coloração verde-hortelã.

 

Banho vascular contra a celulite:

Prepare um banho com 2,50 g de alfazema, 1 g de tomilho branco, 0,50 g de rosmaninho, 0,50 g de salva, 2 g de agulhas de pinheiro, 0,50 g de manjerico, 1 g de terebintina branca, 30 g de TM-hera-trepadora, 3 g de OE-bergamota, 3 cc de álcool iodado a 5%, 3 g de óleo de amêndoas-doces, q.b. de emulsivo, q.b. para 250 ml de água destilada e q.b. de coloração vermelho coccíneo.

 

Outro óleo contra a celulite:

Friccione o corpo com o seguinte óleo: 10 g de rosmaninho, 5 g de cipreste, 15 g de salva, 2 g de tomilho, 2 g de alfazema, 3 g de zimbro, 20 g de tintura de alcachofra e q.b. para 100 cc de óleo solutilsulforicinoleato de soda.

 

As algas:

Eis uma sauna ao seu alcance durante o período de férias do Verão. Quando for à praia, poderá aproveitar o sol do meio-dia, as algas, o mar e o iodo para atacar a celulite. Como? Escavando na areia húmida, um buraco suficientemente grande para nele caber, forrando-o com algas frescas, deitando-se dentro dele, cobrindo-se com algas e depois com areia, tudo isto sob o escaldante sol do meio-dia.

 

Retirado do livro: As plantas nossas amigas- A beleza pelas plantas

Nota: A informação contida nesta página, não substitui a opinião de um técnico de saúde. Para um acompanhamento mais personalizado contacte as Terapias Online ou  Há sempre uma solução perfeita na Casa Escola António Shiva.

Exibições: 13

© 2018   Criado por Antonio Teixeira Fernandes.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço