O Ativista da nova era é uma comunidade de homens e mulheres de todas as raças e credos que em primeiro lugar querem melhorar suas vidas.

Badge

Carregando...

Produtos Naturais

Membros

"A CIÊNCIA PARA FICAR RICO"

Para aceder ao livro "A Ciência para Ficar Rico" clique na imagem.

Dê uma oportunidade a si mesmo. Leia o Livro e dê um novo Rumo à sua Vida.

Publicidade!

Fotos

  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Música

Carregando...

Palestra presencial "O que é a realidade? "

Detalhes do evento

Palestra presencial "O que é a realidade? "

Horário: 12 maio 2018 de 16:00 a 17:30
Local: Sede Casa Escola António Shiva
Rua: Rua do Pinhal nº209
Cidade: Foros de Salvaterra
Tipo de evento: palestra presencial
Organizado por: António Fernandes
Última atividade: 12 Maio

Exportar para Outlook ou iCal (.ics)

Descrição do evento

Não há ponto de vista que possa abranger a realidade e quem vive minimamente atento sabe que nada é o que parece. Ou que não há ponto de vista que possa abranger a verdade…, e assim hoje, como no passado, ainda há quem defenda a sua verdade com determinação. Nesta palestra vamos aprender como entrar no processo e fluxo da vida, coisa que é impossível, enquanto estivermos agarrados a conceitos pré-concebidos sobre a verdade ou visto a luz deste ou de qualquer prisma.

Para melhor ilustrar a palestra vou contar a antiga parábola hindu do elefante e os sábios cegos. Esta parábola antiga, original da Índia, tem servido como base de muitas filosofias ao longo dos tempos. Embora a parábola, ao logo dos séculos, tenha sofrido algumas alterações adaptando-se as necessidades do tempo, eu vou contar a versão que mais se adapta aos ativistas da nova era.

Conta a parábola que em temos distantes numa pequena cidade da índia, viviam sete sábios cegos. Homens iluminados, com sugestões sábias a todos que os procuravam.  Como tinham sempre uma solução perfeita para cada problema, todos os procuravam. Apesar de serem amigos, entre eles existiam grandes discursões filosóficas na busca de luz. Mas de vez enquanto, essas discussões descambavam em discórdia. Certa vez, depois de muito conferenciarem sobre o processo e fluxo da vida, não chegaram a acordo sobre como entrar no fluxo e um dos sábios ficou zangado e resolveu deixar a comunidade dos sábios e ir viver na floresta sozinho. Manifestando o seu desagrado, aos companheiros desta forma:

- Somos cegos para que possamos ver com os olhos da mente e entender melhor as verdades da vida, aconselhando quem procura soluções perfeitas e criativas para a sua vida. Mas acabamos sempre querendo cada um ser dono da verdade. Não é esta a missão pela qual nasci! Eu desisto, vou partir!

Pouco tempo depois do sábio partir, chegou um rico comerciante à cidade montado num majestoso elefante. Como a palavra o Elefante era totalmente desconhecidos dos sábios, assim como dos citadinos, o boato da presença desse animal espalhou-se como fogo em capim seco.  Chegou também aos ouvidos dos cegos, que nunca tinham tocado nesse animal e correram para a praça principal da cidade, ao encontro dele.

O primeiro sábio tateou a barriga do animal e afirmou:

– É um ser gigantesco e muito forte! Posso tocar nos seus músculos e eles não se movem; parecem muros de pedra…

– Que idiotice! – disse o segundo sábio, tocando nas presas do elefante. – Este animal é bicudo como uma lança, uma arma de guerra…

– Estão enganados – replicou o terceiro sábio, que comprime a tromba do elefante. – Este animal é igual a uma jiboia, sem dentes! É uma cobra dócil e meiga…

– Estão todos loucos! – berrou o quinto sábio, que movia nas orelhas do elefante. – Este animal não se assemelha a nenhum outro animal. É como uma forte cortina que se move de forma firme e oscilantemente.

– Ha, ha, ha! Ri o sexto sábio – Todos vocês estão errados! – pendurado na cauda do elefante. – Este animal é como um penedo com uma corda presa no corpo.

E assim ficaram horas infinitas, discutindo, aos gritos os seis sábios. Até que surgiu o sétimo sábio cego, que habitava na floresta, conduzido por uma criança.

Ao escutar o berreiro dos seus amigos sábios, pediu ao menino que desenhasse com um pau, no chão de terra batida, a figura do elefante. Quando tateou os contornos do desenho, percebeu que todos os sábios estavam certos e enganados ao mesmo tempo. Agradeceu ao menino e afirmou:

– É assim que os homens cegamente se comportam perante a verdade. Pegam somente numa parte, pensam que é o todo e continuam tolos!”

Apesar de cada um estar certo, em parte, todos estavam errados! Nestes tempos de mudança, assim como antes isto é muito vulgar, discute-se por coisas que não se conhecem.

Assistam à palestra, tirem dúvidas e entrem no fluxo da vida.

Caixa de Recados

Comentar

RSVP para Palestra presencial "O que é a realidade? " para adicionar comentários!

Entrar em Ativista da Nova Era

Comparecer (4)

© 2018   Criado por Antonio Teixeira Fernandes.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço